Paróquias
Adão, Ade, Albardo, Amoreira, Cabreira, Casal de Cinza, Castanheira, Cerdeira do Côa, Marmeleiro, Mesquitela, Miuzela, Monte Margarida, Monteperobolso, Parada, Porto de Ovelha, Pousade, Rochoso, Seixo do Côa, Valongo do Côa, Vila Fernando e Vila Garcia

segunda-feira, maio 28, 2007

Festa no colégio!


Em 1924, nesta casa, nasceu a Liga dos Servos de Jesus,-Instituto de S.Miguel - fruto do carisma de D.João de Oliveira Matos e da família Dinis da Fonseca. Uma obra de inegável valor religioso e social, para a diocese e para muita gente em todo o país.

Hoje o "Colégio do Rochoso" continua a acolher e a ser lar de algumas dezenas de crianças e jovens, apoio e substituto de muitas famílias... além das valências de infantário e lar de idosos.
Crianças que, com muitas outras, recolhidas cada dia em várias localidades das redondezas, aqui frequentam a escola "Primária"...
Adolescentes que frequentam as aulas no Colégio da Cerdeira - hoje já aberto a alunos externos, e misto- e, quando jovens, prosseguem estudos na Guarda ou outras escolas superiores ou de ensino profissional.
Neste Domingo foi a festa dos pais. Dos que frequentam a Escola do 1º Ciclo; e das alunas que aqui vivem.
Um melodioso Olá!... ao mundo e ao futuro!






O canto e a dança: a melhor expressão da beleza e da juventude. O melhor veículo para uma mensagem de vida e esperança!

Todos iguais na diferença de cada um!

"Segue a tua estrela! Vai até onde o sonho te levar! Um dia o alcançarás, se acreditares em ti.
Segue a tua luz! Não apagues a chama que há em ti. E, no fundo, estai certos: que eu acredito, nós acreditamos em ti, em vós!" ( Il Divo)


domingo, maio 20, 2007

Pentecostes, na Sª do Monte!

Domingo, 27 de Maio é Domingo de Pentecostes.
Os cristãos da Cerdeira ...e - quem mais quiser associar-se - celebram o dia na capela da Senhora do Monte. Rezando e festejando Santa Ana.
Terço e Eucaristia às 16,30.




Num mundo seco, moribundo, pela falta de valores, pela "cultura da morte" ...



... o Pentecostes- a vinda do Espírito Santo - é Fonte de Água viva: " Se alguém tem sede venha ter comigo e beba..." (Jo.7,37)

"Lavai nossas manchas / a aridez regai /sarai os enfermos / e a todas salvai."




Cerdeira peregrina!

Tarde de 20 de Maio: uma breve mas agradável e frutuosa peregrinação até à Senhora do Monte!

No final da Semana da vida. A vida mais forte que a morte... como o atesta o castanheiro que teima em viver, apesar do fogo que o consumiu.
A Vida humana, que é caminho para a plenitude, no Além ... como nos garante a festa da Ascensão do Senhor.


No caminho não faltavam flores para oferecer à Mãe de Deus.
Mas as melhores flores foram elas... as crianças.



A fé vence montanhas, dá força às pernas cansadas pela idade.





Arrancámos da Igreja paroquial.





Rezando e cantando a Nossa Senhora, aquela que gerou o Autor da vida, Jesus... para que o nosso mundo ame, respeite, cultive a vida, o primeiro dom de Deus.

quinta-feira, maio 17, 2007

Rochosenses em convívio


Neste Sábado, 19 de Maio, terá lugar no Rochoso mais um encontro-convívio anual dos naturais do Rochoso, muitos dispersos pelo país.

É promovido pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa do Rochoso.
Às 12 h haverá missa seguida de romagem ao cemitério.

Segue-se o almoço e a tarde de recreio e convívio.

Que o regresso às raízes nos faça encontrar com os nossos valores mais genuínos de humanidade e de fé.

Para alguma informação, contacte 271087333

segunda-feira, maio 14, 2007

Parar é morrer!

A leitura dos Actos dos Apóstolos, deste 6º domingo de Páscoa, (Act.15) dá-nos conta da primeira grande crise que ameaçava a unidade da Igreja, o que leva a reunir os apóstolos e anciãos para resolver o problema: era ou não necessário a circuncisão - um rito judaico, cultural-religioso,- para que os pagãos pudessem baptizar-se e ser salvos?
À luz do Espírito Santo e do bom senso os apóstolos resolvem e mandam esclarecer: não, a fé não está presa, não depende dessa tradição e rito exterior, dessa marca de pertença, mais de ordem racial e cultural do que de fé. Preocupai-vos antes em evitar os sinais de idolatria e de relações imorais: isso sim, é que é importante para a salvação e distingue quem é ou não de Cristo e segue a sua vontade.
Esta crise é o primeiro sinal da tentação, sempre presente na Igreja e em cada cristão, de prender-nos a gestos e tradicionalismos que se vão esvaziando de sentido com o tempo ou a rotina; de julgar que a salvação está na prática meramente exterior e ritual deste ou aquele acto.Para quantos, a fé não se resume a isso? E, em geral, quanto menor é a fé e a sua vivência interior, maior é o apego cego a esses sinais exteriores, culturais, tradicionais que, muitas vezes, são fonte de conflito, quando queremos inovar, actualizar e dar espírito novo ao que fazemos …
" O E.Santo e nós resolvemos.." -concluem os apóstolos: quer dizer, precisamos de uma constante atenção ao Espírito da Verdade e da novidade, bem como do bom senso e reflexão, nossa e de quem saiba, de quem pense e tenha mais autoridade do que nós, para não cairmos numa rotina cega que nos massifica, embrutece e amarra a esta ou aquela forma de pensar e proceder... (no que respeita a alguns pormenores das festas, missas, funerais, procissões, irmandades, devoções…)
Só agindo assim a nossa fé se pode renovar, actualizar, cativar outros e libertar-nos. Parar é morrer. A verdadeira religião é viva e ajuda a viver. Uma religião apenas para conservar tradições será…um museu de velharias, uma "feira de tradições" – para reportagens de televisão!

quarta-feira, maio 09, 2007

sábado, maio 05, 2007

MULHER! MÃE !!!


Quando Deus fez a mulher, já estava a trabalhar há seis dias consecutivos. Apareceu um anjo que lhe perguntou:
“Deus, por que estás a perder tanto tempo com esta criação?”
Deus respondeu:
“Já viste a minha lista de especificações para este projecto? Ela tem que ser completamente lavável, mas sem ser de plástico, tem mais de 200 partes móveis, todas substituíveis, e é capaz de sobreviver à base de coisas simples e pouca comida, tem um colo capaz de segurar em quatro crianças ao mesmo tempo, tem um beijo capaz de curar qualquer coisa desde um arranhão no joelho a um coração ferido. E faz isto tudo apenas com duas mãos!”
O anjo ficou estupefacto com estas especificações.
“Só duas mãos!? Impossível! E esse é apenas o modelo normal? É muito trabalho só para um dia. É melhor acabares amanhã!”
“Nem pensar! - protestou Deus. “Estou quase a acabar esta criação que me é tão querida. Ela é capaz de se curar a si própria quando fica doente. E consegue trabalhar 18 horas por dia.”
O anjo aproximou-se e tocou na mulher.
“Mas fizeste-a tão macia e delicada, meu Deus”.
“Sim, mas também pode ser muito resistente. Nem fazes ideia do que ela pode fazer e aguentar.”
“E ela vai ser capaz de pensar?” perguntou o anjo.
“Não só é capaz de pensar como é capaz de negociar e convencer”.
O anjo então reparou num pormenor e tocou na cara da mulher.
“Ups! Parece que tens uma fuga neste modelo. Eu disse-te que estavas a tentar fazer demais numa criatura só.”
“Isso não é uma fuga, é uma lágrima.”
“E para que é que isso ser ve?”- perguntou o anjo.
“A lágrima é o seu modo de exprimir alegria, pena, dor, desilusão, amor, solidão, luto e orgulho.”
O anjo estava impressionado. “Es um génio, Deus. Pensaste em tudo.”

E de facto as mulheres são verdadeiramente espantosas!
Têm capacidades que surpreendem os homens. Carregam fardos e dificuldades, mas mantendo um clima de felicidade, amor e alegria.
Sorriem quando querem gritar.Cantam quando querem chorar.
Choram quando estão felizes e riem quando estão nervosas.
Lutam por aquilo em que acreditam e não aguentam injustiças.

Não aceitam um “não” quando acreditam que existe uma solução melhor.
Prescindem de tudo para dar à família. Vão com um amigo assustado ao médico. Amam incondicionalmente. Choram quando os seus filhos são os melhores e aplaudem quando um amigo ganha um prémio. Ficam radiantes quando nasce um bebé ou quando alguém se casa. Ficam devastadas com a morte de alguém querido, mas mantêm a força além de todos os limites.
Sabem que um abraço e um beijo podem curar qualquer desgosto.
Existem mulheres de todos os formatos, tamanhos e cores. Elas conduzem, voam, andam e correm ou mandam e mails só para mostrar que se preocupam contigo. O coração de uma mulher mantem este mundo a andar. Elas trazem alegria, esperança e amor. Dão apoio moral à sua família e amigos. As mulheres tem coisas vitais a dizer e tudo para dar.
BEM HAJAS, DEUS, PELAS MULHERES-MÃES!